19 janeiro 2007

D. António Marto disse... 2

“A liberalização do aborto, sob a forma encapotada de despenalização, não é uma resposta digna e condigna. É uma fuga em frente, para não atacar o problema nas suas raízes."

4 Comentários:

At 23 janeiro, 2007 10:52, Anonymous Anónimo said...

O SIM está a perder o debate...

veja-se em http://anti-aborto.blogspot.com/

 
At 23 janeiro, 2007 19:20, Anonymous Anónimo said...

Sociedade de avestruzes... É muito mais fácil enterrar a cabeça na areia e liberalizar o aborto do que mudar o que está mal...

 
At 24 janeiro, 2007 17:28, Blogger Miriam said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

 
At 24 janeiro, 2007 17:31, Blogger Miriam said...

Concordo contigo, ana. Em vez de se ir à raíz do problema (as razões que levam uma mulher a abortar e que devem ser eliminadas), vai-se à superfície.

 

Enviar um comentário

<< Home