12 novembro 2006

O Não de Jorge Miranda

Encontrámos a explicação do "Não" de Jorge Miranda, no referendo de 1998, no TAF - Opinião.

"Por tudo isto, votarei Não no referendo de 28 de Junho:

- porque não confundo ilicitude com culpabilidade e porque nenhuma tolerância pode justificar a ilicitude, mas só desculpar a pessoa;

- porque sou contra toda a violência e porque a interrupção involuntária da gravidez tal como é admitida no projecto do JS nem sequer pode fundar-se numa qualquer forma de harmonização de interesses atendíveis segundo um princípio de proporcionalidade;

- porque nenhum direito à qualidade de vida pode justificar o sacrifício de qualquer vida humana."

4 Comentários:

At 13 novembro, 2006 11:07, Anonymous daniel oliveira said...

Pena que não refiram o blog menos mau a favor do "não", que é não só o que mais visitas tem mas também o menos cai em extremismo (não obstante o "não" ser em si mesmo um extremismo).

 
At 13 novembro, 2006 16:51, Blogger Miriam said...

Que é...?

 
At 13 novembro, 2006 17:04, Anonymous daniel oliveira said...

Vocês até lá aparecem ligados. Não deve ser assim tão difícil de descobrir. Mas também se não sabe é porque não lhe interessa. Deixe estar, não vale a pena meter-se em assuntos de gente grande.

 
At 13 novembro, 2006 17:13, Blogger Miriam said...

Julgo que sabemos qual é e que até está nos nossos "Favoritos", juntamente com outros blogs, à espera de um tempo livre para serem adicionados todos de uma vez.

Obrigado por nos ter chamado a atenção e iremos linká-lo nos próximos dias. Curiosamente, já o tivemos na lista dos blogs (à direita), mas tivemos problemas técnicos com o site, e apagaram-se todas as ligações que tinhamos - estamos a tentar recuperá-las agora.

 

Enviar um comentário

<< Home